FBM - Federacao Baiana de Motociclismo , motos, motocicletas, regularidade, motocross, cross country, quadriciclos, enduro, motovelocidade

Notícias
IMAGE
 
[Opinião] A Importância dos Troféus no Enduro

(Por Vinícius Eça, 22 de março de 2010) Recentemente estava acompanhando uma discussão no Yahoo! Grupos da TDM (TurmadoMauOnOffRoad). O pessoal (pilotos da FPM – Federação Pulista) se dizia indignado com a quantidade de troféus dos campeonatos do estado mais rico do país, mais especificamente com o Paulista de Cross Country, no qual a FPM estava distribuindo apenas 02 troféus, ou seja, só campeão e vice tem direito a uma “lembrancinha”, resultado: provas com pouquíssimos pilotos são normais em São Paulo.

A premiação do Baiano de Regularidade sempre tem muitos vencedores...No Campeonato Baiano é impossível conceber algo assim, seja no Regularidade ou no Cross Country. Falando mais especificamente do Enduro de Regularidade, modalidade dominante em número e fidelidade dos pilotos, em que quando dizemos que “deu pouco piloto” estamos falando na casa dos 80 ou 90 competidores, com uma quantidade mínima de 45 troféus por prova. MÍNIMA, pois sabendo da importância dos troféus, os organizadores de prova baianos quase sempre aumentam a quantidade de troféus. RESULTADO, mais pilotos participando e sendo presenteados com uma “lembrancinha”. “LEMBRANCINHA” vírgula! Alguns troféus do baiano são verdadeiras obras-primas... e frequentemente acabam parando na mesa de centro da casa de alguns pilotos.

Aqui começa a minha crítica. Em média, a organização das provas investe entre 30 e 40 reais por cada troféu distribuído. Entretanto, em alguns casos, percebemos um certo desleixo dos organizadores em idealizar os seus troféus, o que resulta em “anti-marketing” das suas próprias provas. Mais lamentável ainda é saber que esse troféu pode ter custado até mais caro para a organização e que será relegado pelo piloto.

Temos bons exemplos a seguir, como o troféu do Enduro do Caicau de 1997, para muitos, uma verdadeira “obra-de-arte”, eTroféus são uma recordação das provas que participamos... que foi reeditado no Enduro do Caicau 2008 (11 anos depois), no qual foi investido 40 reais por peça e é lembrado até hoje e certamente tem um local de destaque na estante daqueles que o receberam.

Assim, chegamos à conclusão que a comodidade é um “monstro” e só serve para atrapalhar, então que tal se todos nós pilotos, organizadores, imprensa e público passarmos a agir com mais altruísmo, e nos dedicarmos para que as provas do Campeonato Baiano sejam mais bonitas, melhor organizadas e mais vistas? Isso tudo só irá resultar em um único fim: QUALIDADE!

Juntos nessa empreitada!

Incentivamos a sua participação nessa coluna, não deixe de opinar, envie e-mail para o colunista (vinicius.eca@gmail.com) ou para a FBM.

CONFIRA O BLOG E SIGA O COLUNISTA NO TWITTER:

http://twitter.com/viniciuseca

http://itabunaoffroad.blogspot.com/


Vinícius EçaVinícius Eça é trilheiro, entusiasta do enduro de regularidade e esportes a motor. Especialista em marketing, atualmente está envolvido com pesquisas acadêmicas em mídia esportiva.



Federação Bahiana de Motociclismo
Av Flaviano Guimarães, 1038  Bairro Escurinha - Itaberaba Ba - Cep 46880.000 ? telefone 71-3251-1672